Últimas notícias

FAVAG É DESTAQUE NA MAIOR REVISTA DE ENSINO SUPERIOR DO PAÍS

As inovações da FAVAG despertaram a atenção da revista Ensino Superior.

A publicação, que aponta os rumos do setor ao redor do mundo, citou a FAVAG como um dos principais exemplos nacionais em metodologias ativas de ensino, isto é, atividades práticas em ambientes que estimulam cada vez mais o protagonismo do aluno.

A reportagem intitulada de “Novos Horizontes, Novos Projetos”, de Rubem Barros, explica que as ideias inovadoras surgem durante as missões técnicas internacionais do SEMESP – Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo, das quais a FAVAG tem participação ativa.

As missões tiveram início em 2009, rumo aos Estados Unidos, e já percorreram dezenas de destinos como Coréia do Sul, Alemanha, China, Emirados Árabes, Inglaterra, Canadá, França e Holanda. Dentre os reflexos das viagens, a revista elenca a tendência da educação à distância, os investimentos na internacionalização do ensino e a mudança significativa dos espaços de estudo, que se tornam mais despojados e estimulantes de grandes experiências.

Como exemplo, a revista destaca os novos ambientes da FAVAG, inspirados na Biblioteca da Sorbonne, na França, e em experiências na Dinamarca, Finlândia, Austrália e outros países. As salas de aula da faculdade têm se tornado cada vez mais flexíveis; deixam de seguir o modelo tradicional de carteiras enfileiradas e proporcionam novas possibilidades de interação entre os colegas.

O FabLab, laboratório de criação da FAVAG, oferece recursos de última geração, como as impressoras 3D, disponibilizados no cotidiano de aprendizado dos alunos. Há também a sala de criação disruptiva, que serve de base incubadora para empresas startups, criadas pelos próprios acadêmicos da instituição. Para a introdução das metodologias ativas no dia-a-dia do ensino, são oferecidas capacitações constantes ao corpo docente da FAVAG, como a pós-graduação desenvolvida em parceria com o Sebrae. “Com maior qualificação, é mais fácil inovar, estar à frente”, destaca a revista.

Clique aqui para ler a reportagem na íntegra.